Pátio (música – LR; letra – MD)

Acordes: refrão (xx)
verso (xx)

No mais fundo pátio
Da mais escondida casa
Do bairro mais dentro
Dos teus olhos
Encontrei um banco
Verde vivo e gasto
Pelo tempo

Iluminado
Por uma luz matinal
Quente e fresca
Como o tom da tua voz sincera
Vazio e cheio
Dos vestígios de alguém
Presente

quem Lá ESTEVE VOLTARá
PARA TOMAR O SEU LUGAR PERENE
E DESPERTAR EM TI
O BRILHO QUE Há
EM TODAS AS COISAS HABITADAS